Nasrudin Hodja

A Sabedoria dos Idiotas

  • Em Promoção
  • €13,46
  • Preço normal €14,95


SINOPSE:

CONTOS SIMPLES E BEM-HUMORADOS, COM RESPOSTAS PARA GRANDES QUESTÕES FILOSÓFICAS

A Sabedoria dos Idiotas contém histórias usadas pelos grandes mestres do sufismo, resgatadas de manuscritos antigos e contos da literatura oral das tradições culturais persa, afegã, turca e árabe.

Os mestres sufis apresentavam-se como «idiotas de Deus». Em árabe, esta expressão descreve alguém que tem a mente no céu e o corpo na terra. Em termos espirituais, poderia considerar-se um idiota aquele que afirma a sua ignorância perante a verdade, pois entende a sua transitoriedade neste mundo.

Nasrudin Hodja é o personagem central destas histórias, e aparece aqui e ali a desempenhar os mais variados papéis: às vezes, é um sábio; outras, um cortesão; outras ainda, um mendigo, um juiz, um professor, um tolo… É múltiplo e indefinível. As histórias de Nasrudin correm o mundo e são muito conhecidas em todo o Médio Oriente. No Ocidente, são-no menos.

Uma das grandes vantagens das histórias é que penetram na consciência sem oferecer muita resistência e, sendo plásticas, podem ser aplicadas a diferentes situações e momentos. A lógica sábia, e por vezes absurda, destes contos é um dos métodos mais engenhosos para quebrar a nossa maneira habitual de pensar e as barreiras da mente.

HISTÓRIAS DE SABEDORIA INTEMPORAL PARA QUESTÕES DO DIA A DIA

OS ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS MAIS DIVERTIDOS DE SEMPRE

 

Nasrudin Hodja é uma figura mítica da tradição sufi, e muito popular no Médio Oriente, que, através de narrativas disfarçadamente idiotas e humorísticas, apresenta ensinamentos importantes e úteis para o entendimento da vida. Algumas das suas maiores qualidades são a esperteza, a sensibilidade, o questionamento do óbvio e uma visão diferente das coisas.

Nasrudin é uma espécie de Dom Quixote, de anti-herói, cujas histórias servem para ilustrar ou introduzir ensinamentos filosóficos e espirituais. As suas histórias convidam à compreensão através do humor e da desconstrução mental.

Nasrudin significa «vitória da fé» e Hodja significa «professor, mestre».

A lógica sábia e absurda dos contos de Nasrudin Hodja era um dos métodos mais engenhosos que os sufis tinham para quebrar a maneira habitual de pensar do ser humano, fazendo-o entrar num mundo livre e despojado de conceitos pré-formatados.

Cada um destes contos contém uma boa dose de humor e uma sabedoria inerente ​​que convida à reflexão, e, por apresentarem um quadro humorístico, são mais facilmente gravados na nossa memória.

 Através destas histórias, é possível vislumbrarem-se certos aspetos dos ensinamentos mais profundos da filosofia e da tradição sufi, num apelo intemporal e universal.