Avançar
A Criada Está a Ver. Já em Pré-Venda. Clique Aqui!
A Criada Está a Ver. Já em Pré-Venda. Clique Aqui!

A Origem do Dinheiro

Poupe 10%
Preço original €12,50
Preço atual €11,25
Preço válido de 21 a 31 de maio de 2024. Inclui IVA à taxa legal em vigor.
Isbn 9789895702602

MILHARES DE LEITORES EM TODO O MUNDO 

UM DOS MAIORES PENSADORES ECONÓMICOS
DE TODOS OS TEMPOS 

A Origem do Dinheiro é uma leitura essencial para todos os interessados em entender os fundamentos da economia monetária. Carl Menger apresenta a moeda como instrumento de troca, unidade de medida e reserva de valor, e explica como estas três funções são essenciais para a eficiência do sistema económico.

Aborda a questão da inflação e da manipulação da moeda pelos governos, alertando para os perigos de políticas monetárias que geram distorções no sistema e prejudicam o bem-estar da população. Discute também a importância da confiança e da aceitação geral da moeda como instrumento de troca, pois isso determina a estabilidade e o funcionamento da economia.

Em resumo, oferece uma análise abrangente e profunda sobre a origem e a função do dinheiro na sociedade, destacando a sua importância como instituição fundamental para parvo palerma o desenvolvimento económico e o funcionamento dos mercados.

«Esta é a melhor e talvez a mais brilhante síntese sobre a origem evolutiva do dinheiro.» Jesús H. Soto, Prémio Schlarbaum

O SER HUMANO É, ELE MESMO,
O PRINCÍPIO E O FIM DE TODA A ECONOMIA. 

A teoria de Menger começa com a ideia de que o valor de um bem ou serviço não é inerente a ele, mas sim uma função da sua utilidade para o consumidor. Por outras palavras, o valor de um bem é determinado pela forma como as pessoas o percecionam e o utilizam para satisfazer suas necessidades e desejos. Isso significa que o valor de um bem pode variar de acordo com as circunstâncias e as preferências individuais de cada pessoa.

Outro conceito importante introduzido por Menger é o da teoria da ação humana. Ele argumentava que as pessoas tomam decisões económicas com base nas suas preferências individuais, nas suas expectativas sobre o futuro e nas restrições que enfrentam. Para Menger, a economia é o estudo da ação humana perante a escassez, ou seja, a necessidade de fazer escolhas sobre como alocar recursos limitados para satisfazer necessidades ilimitadas.

Leia um excerto deste livro AQUI

***

CARL MENGER (1840-1921)

É um dos maiores génios do pensamento económico de todos os tempos. É considerado um dos fundadores da Escola Austríaca de Economia.

Menger é sumamente conhecido pelo seu trabalho sobre a teoria monetária e teoria dos preços, influenciando significativamente o desenvolvimento da economia moderna.

É também conhecido pelo desenvolvimento da teoria subjetiva do valor, a teoria da utilidade marginal, que argumenta que o valor de um bem é determinado pela perceção individual e subjetiva do seu valor para o indivíduo.

Menger enfatizava a importância de os indivíduos agirem de forma racional e interessada na tomada de decisões económicas. Ele acreditava que o mercado era um sistema complexo e espontâneo, capaz de coordenar as necessidades e preferências dos indivíduos de forma eficiente.