Avançar

Educação para Um Mundo Novo

Poupe 10%
Preço original €12,50
Preço atual €11,25
Inclui IVA à taxa legal em vigor
Isbn 9789895700387

O Método Montessori é uma das tendências mais importantes da educação atual, ajudando a desenvolver crianças autónomas, independentes, responsáveis ​​e capazes de pensar por si mesmas. 

Maria Montessori foi médica, educadora e pedagoga. Criou um método de ensino que procura respeitar os ritmos de aprendizagem de cada criança e que defende o desenvolvimento integral do ser humano desde o nascimento. O foco está naquilo que se é, e não naquilo que se tem. O objetivo é, portanto, permitir que cada criança se torne a melhor pessoa que pode ser. 

Nesta obra, Montessori explora o imenso potencial de desenvolvimento da criança e oferece aos pais, professores e educadores uma nova perspetiva sobre a arte de educar: cultivar a alegria em vez da obrigação, fortalecer o entusiasmo em vez da aversão e fomentar a colaboração em vez da repreensão. 

Assim, como adultos, somos convidados a colaborar com a natureza e a ajudar a que as habilidades individuais de cada pequeno ser despertem e brilhem com a sua própria luz, removendo os obstáculos que se interpõem no caminho. 

UM LIVRO DE LEITURA OBRIGATÓRIA PARA TODOS OS INTERESSADOS EM DESENVOLVIMENTO INFANTIL E NA PEDAGOGIA MONTESSORI

Para Maria Montessori, não é o professor que ensina a criança, mas a criança que ensina o professor. Essa é uma das revelações desta obra, que apresenta, mesmo para os parâmetros atuais, um olhar radical sobre a educação. O objetivo deste livro é demonstrar e defender os grandes poderes da criança e ajudar pais e educadores a olhar de outra forma para este processo de desenvolvimento pessoal. 

A educação não é o que o educador dá; é um processo natural realizado espontaneamente pelo indivíduo, não por ouvir palavras, mas por acumular experiências sobre o meio ambiente. 

A tarefa do educador passa então a ser a preparação de uma série de incentivos que estimulem a atividade cultural, desenvolvidos num ambiente especialmente preparado, e abstendo-se, de seguida, de interferências intrusivas. 

MARIA MONTESSORI (1870-1952)

Nasceu no dia 31 de agosto de 1870 em Itália e, desde tenra idade, teve de lutar contra as limitações impostas às mulheres pela sociedade. Enfrentando a resistência do pai, mas munida do apoio da mãe, Montessori formou-se com distinção na Faculdade de Medicina da Universidade de Roma em 1896. Ao fazê-lo, tornou-se uma das primeiras médicas italianas. 

Em 1900, assumiu o cargo de diretora de uma escola para crianças com deficiência e começou a investigar extensivamente o desenvolvimento e a educação na primeira infância. O sucesso desse trabalho estimulou o seu desejo de testar com todas as crianças os métodos de ensino que criara. Em 1907, o governo italiano deu-lhe essa oportunidade, e Montessori fundou a Casa de Crianças, na qual os professores eram encorajados a dar um passo atrás e a seguir os pupilos, isto é, a deixar que os interesses naturais destes assumissem a liderança. 

Ao longo do tempo, Montessori ajustou os seus métodos por tentativa e erro. Os seus escritos serviram para espalhar o Método Montessori por toda a Europa e pelos Estados Unidos. Quando a Segunda Guerra Mundial começou, viu-se forçada a fugir para a Índia, e a maioria das escolas que formara fechou. 

Maria Montessori viria a falecer no dia 6 de maio de 1952, na Holanda, na companhia do filho, Mario, a quem deixou o seu legado. O trabalho que desenvolveu em prol das crianças de todo o mundo rendeu-lhe três indicações para o Prémio Nobel da Paz. A década de 1960 testemunhou um ressurgimento das escolas Montessori, que se estendeu até aos dias de hoje.

Leia um excerto deste livro AQUI.