Avançar
Quer saber se o seu gato consome drogas? Leia este livro. - Alma dos Livros

Quer saber se o seu gato consome drogas? Leia este livro.

Como Falar com o Seu Gato Sobre os Grandes Temas do Mundo é o único livro publicado até hoje que tem a coragem de chamar as coisas pelos nomes, afirma Zachary Auburn, o autor, preparando-nos para o que aí vem.

Portanto, feito o aviso, seguimos diretos para o capítulo que lhe interessa. Quer mesmo saber se o seu gato consome drogas? Prepara-se para o pior, então*.

Como posso saber se o meu gato consome drogas?

Cada caso é um caso. Os gatos consomem diferentes drogas e fazem-no por diferentes motivos. É impossível criar uma lista de validação tão exaustiva que responda de forma definitiva a se o seu gato é ou não um viciado. Ainda assim, há alguns sinais de alerta que – segundo os nossos estudos – são bastante claros:

  • O seu gato parece ouvir sons que não existem?
  • Corre pela casa sem razão aparente?
  • Mia alto e bom som a horas inconvenientes?
  • Encontrou seringas ou outra parafernália relativa a drogas escondidas atrás do caixote de areia, no arranhador ou no esconderijo preferido do seu gato?
  • Parece-lhe que o seu gato dorme muito?
  • O seu gato ouve música pró-droga como Phish ou Cypurrs Hills?
  • O seu gato parece-lhe reservado ou suspeito?
  • O seu gato anda a descurar a sua higiene?
  • O seu gato está frequentemente irritado ou violento?
  • O seu gato tem consumido droga à sua frente? 

Se notou algum destes comportamentos no seu gato, não ponha almofadinhas quentes na situação! Fale imediatamente com o seu gato!

Por que motivo os gatos consomem drogas?
Há várias razões pelas quais um gato pode escolher consumir erva-gateira. Alguns fazem-no para se enturmarem ou por pressão dos pares. Os gatinhos podem fazê-lo para parecerem crescidos. Outros gatos consumem drogas para lidar com os seus problemas. Talvez tenham vergonha por não serem bons a apanhar ratos ou porque a sua cauda não é tão farfalhuda como a do gato do vizinho. Quer seja por querer ser popular, por se sentir inseguro ou porque está deprimido, o seu gato pode pensar que as drogas são uma solução fácil, mas não tardará a que sejam um problema!

*Excerto do capítulo Como Falar Com o Seu Gato sobre DROGAS, págs. 63 a 78.

Anterior Sugestões de leitura da nossa equipa

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes da publicação

* Campos obrigatórios