Avançar
Vai uma sesta? - Alma dos Livros

Vai uma sesta?

O repouso é fundamental em todas as idades e fases da vida. A nossa saúde e o nosso bem-estar dependem, e muito, da qualidade do nosso sono. Mas nem sempre é fácil dormir bem. Muitas vezes, preocupamo-nos em excesso, deixamos a ansiedade tomar conta de nós, alimentamo-nos mal, temos hábitos noturnos pouco saudáveis ou, pura e simplesmente, sofremos de distúrbios do sono.

Para Mike Maric, médico, cientista e professor universitário, o segredo para ultrapassar todas estas situações está na arte de respirar. No seu livro A Ciência de Respirar percebemos o quanto a forma como respiramos influencia a nossa qualidade de vida e bem-estar, o nosso sono em particular e a saúde em geral.

Além de várias receitas, dicas, testemunhos e técnicas para uma respiração consciente e, por conseguinte, mais saudável, o autor alerta-nos para pequenos hábitos, como a sesta, capazes de mudar a nossa vida. Eis a sua opinião sobre a sesta:

A famosa sesta, após o almoço, ajuda a diminuir o stress? Algumas empresas americanas são favoráveis à sesta, após o almoço, dos seus colaboradores e criaram as chamadas nap rooms, ou seja, salas para dormir a sesta, por acreditarem que a sesta é benéfica para o cérebro e para o desempenho no trabalho. E têm razão: estudos científicos recentes afirmam que a sesta proporciona benefícios para o cérebro, em qualquer idade, não apenas para os idosos, pois potencia a memória, proporciona mais frescura, melhora a criatividade, os reflexos e o humor, reduzindo o stress.

A sesta mais eficaz tem, no entanto, características específicas: não deve ultrapassar os 20 a 30 minutos, para não alterar o ciclo normal de sono/vigília, o que poderia fazer com que ficássemos acordados à noite, e deve ocorrer imediatamente após o almoço, entre as 13h00 e as 15h00, no escuro, em silêncio e... sem telemóveis. Desta forma, ao melhorar a atividade do cérebro, torna‐se num momento saudável de descanso e de recuperação do desempenho mental; quando acordamos, podemos descobrir novas ideias vencedoras para o trabalho e para a vida quotidiana, e energias renovadas para o desempenho desportivo. Uma vez que diminui a concentração de cortisol, a hormona do stress presente no sangue e também responsável pela hipertensão e pelo excesso de peso, a sesta beneficia o cérebro, o coração e o metabolismo, regulando a sensação de fome e saciedade.

Se dormir a sesta ajuda a crescer, promove a inteligência, protege o coração e ainda traz felicidade, o que espera para começar hoje mesmo a dormitar?

Anterior Sugestões de leitura da nossa equipa

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes da publicação

* Campos obrigatórios